Conheça 8 atividades para alunos com dificuldades de concentração

Assim como os adultos, as crianças têm sua individualidade e comportamentos próprios. Logo, é essencial que gestores e educadores saibam trabalhar a diversidade na sala de aula. Planejar atividades para alunos com dificuldades de concentração é uma excelente maneira de reconhecer as diferenças e respeitar o tempo de formação de cada aluno.

Várias práticas podem ser propostas na forma de jogos, exercícios e brincadeiras dinâmicas, a fim de atrair a atenção das turmas e potencializar o aprendizado. Neste artigo, vamos falar sobre as causas da dificuldade de concentração e dar 8 dicas de atividades para contorná-las. Acompanhe!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Fatores que prejudicam a concentração dos alunos

Algumas crianças têm mais facilidade que outras para manter o foco em determinada tarefa. As distrações na escola são causadas por diversos fatores, como ruídos dentro e fora da sala, sons de dispositivos ou conversas com os próprios colegas. Muitas vezes, não se trata de algo impossível de resolver.

No entanto, há crianças com dificuldade de aprendizado de natureza neurobiológica, a exemplo dos alunos que têm Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Nesses casos, o rendimento escolar pode ser menor devido à facilidade de distração, constante agitação e falta de paciência.

Mesmo que enfrentem obstáculos para se adaptar ao ambiente escolar, as crianças com TDAH ou problemas de aprendizagem podem acompanhar seus colegas. A escola deve adaptar as aulas para torná-las mais estimulantes, incorporando técnicas que colaborem para esse objetivo e garantindo a acessibilidade na escola.

Uma boa aula deve envolver os alunos em práticas que melhoram a capacidade de concentração. Para ajudar a fazer isso de forma eficiente, preparamos uma lista com atividades para desenvolver na educação infantil com esse objetivo.

8 atividades para alunos com dificuldades de concentração

Na lista a seguir selecionamos atividades para alunos com dificuldades de concentração que contribuem para uma prática inclusiva na escola infantil:

1. Exercícios de raciocínio

Tarefas que exigem pensamento, planejamento e memorização são excelentes para treinar e fortalecer a concentração do público infantil. Como exemplo de exercícios de raciocínio estão os jogos de cartas, palavras cruzadas, memória e quebra-cabeças. A variação é interessante para trabalhar com números, palavras e imagens.

2. Jogos com sequenciamento

Sequenciar alguma coisa demanda muita concentração. Assim, o professor pode propor jogos que envolvem cumprir determinada ordem ou lista. Vale sugerir que os alunos sigam uma receita de bolo, organizem uma mesa de refeições (com toalha, copos, pratos e talheres nos devidos lugares) ou que distribuam as letras do alfabeto em fileiras.

3. Desafios pessoais

As famosas “Estátua” e “Morto ou Vivo” são ótimas atividades para alunos com dificuldades de concentração porque propõem desafios pessoais às crianças. Na primeira o objetivo é permanecer imóvel durante o tempo estipulado pelo professor.

A segunda é mais dinâmica: ao comando da palavra “morto” a turma deve agachar, e ao ouvir o termo “vivo” deve ficar em pé. Ambos os desafios fortalecem a conexão entre corpo e mente e melhoram o foco.

4. Captura de detalhes

Essa atividade exige olhar atento dos alunos porque consiste em desenhar ou escrever o máximo de elementos encontrados na sala. Antes, o professor deve entregar uma folha e lápis para cada criança e, em seguida, citar uma letra do alfabeto.

A partir daí a turma deve reparar em todos os detalhes do ambiente para encontrar objetos com nomes que começam com a letra escolhida. Em séries com alunos que já sabem escrever, essa brincadeira pode ser útil no processo de avaliação da escrita da criança.

5. Esboço de textos e desenhos

Estimular as crianças a fazerem seus próprios esboços é uma boa forma de manter o foco. O motivo é simples: ao estruturar apenas as principais palavras de um texto ou começar a base de um desenho, o aluno não se preocupa em deixar o trabalho perfeito na primeira tentativa.

Com um ou mais modelos de esboço, é possível montar uma frase ou adicionar figuras no papel aos poucos. Esse processo dividido em etapas se torna mais divertido e estimulante para a turma, que aprende a aprimorar seus trabalhos.

6. Troca de pessoas

Para começar o professor deve organizar a turma em círculo, com todos em pé. Em seguida, basta pedir que os alunos observem seus colegas atentamente, a fim de memorizar a posição de cada um na roda.

Uma criança sai da sala para que dois alunos troquem de lugar. Ao retornar, a criança que estava fora deve tentar adivinhar qual foi a dupla que fez a troca. Por trabalhar a motricidade, orientação espacial e lateralidade, a brincadeira de troca está entre as melhores atividades para alunos com dificuldades de concentração.

7. Música e leituras em voz alta

Algumas crianças tendem a aprender melhor ao lerem em voz alta ou quando escutam outra pessoa lendo. Pensando nisso, vale incluir livros de áudio nos planos de aula para variar as atividades e atrair a atenção para a história contada.

Os sons também podem contribuir durante as brincadeiras que envolvem movimento, como a dança das cadeiras. Nesses casos, é interessante que o professor utilize músicas conhecidas pelas crianças para que elas demonstrem interesse na atividade.

8. Teatrinho e faz de conta

Crianças distraídas podem passar a aula toda desenhando personagens ou imaginando situações que não têm a ver com o conteúdo abordado. Logo, o professor pode abrir alguns espaços para que os alunos explorem a criatividade e compartilhem o que estão sentindo.

Uma boa maneira de fazer isso é montar cenários para teatros e brincadeiras de faz de conta. Nesses momentos as crianças podem imitar animais, super-heróis, desenhos animados e até pessoas. É uma excelente forma de interagir com os pequenos e descontrair entre aulas mais quietas.

Agora que você conhece as possibilidades, está na hora de testá-las e ver quais dão certo na sua escola. Tenha em mente que as atividades para alunos com dificuldades de concentração não acabam aqui. Aproveite as ideias para planejar e encontrar as opções preferidas pelos alunos.

Gostou das dicas? Para mais artigos como este, assine a nossa Newsletter! Assim você garante o recebimento das próximas publicações do blog.