5 maneiras eficientes para trabalhar a diversidade na sala de aula

Plano de aula segundo a BNCCPowered by Rock Convert

Diante de tantos casos de bullying com fins trágicos noticiados frequentemente nos jornais, trabalhar a diversidade na sala de aula é uma necessidade urgente para construir uma sociedade mais humana e empática, baseada no respeito ao próximo.

É responsabilidade dos educadores lidar com a diversidade na escola e ensinar aos seus alunos a respeitar as diferenças. Afinal, a heterogeneidade não é desordem e caos — é unir diferentes pensamentos, ideais e manifestações que sejam capazes de fortalecer e enriquecer o ser humano.

Diversidade não é o desigual, esquisito e deslocado: é promover o resgate da verdadeira raiz da pluralidade de línguas, raças e condutas que não podem ser prejulgadas.

Se você é educador e quer saber como tratar a diversidade com os seus alunos, continue a leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como o profissional de educação deve lidar com a diversidade na sala de aula

Dentro das suas funções, o professor deve ser o primeiro a trabalhar a diversidade na sala de aula por um ponto de vista positivo, de modo a conduzir as crianças a um aprendizado mútuo a partir das dissemelhanças particulares.

Para trabalhar a diversidade no ambiente escolar, o educador pode começar a buscar por nossas próprias origens, como etnia, modo de falar, descendência e ascendência, discutindo-as por meio de uma globalidade de definições e conceitos que esclareçam e fortaleçam as relações humanas e sociais.

É fundamental desenvolver nos alunos valores morais e resgatar a sua história e cultura para despertar uma visão crítica, possibilitando a readequação das suas atitudes sociais. Dessa forma, a escola forma participantes justos e solidários em sua própria comunidade.

Ao conhecer os fatos e compreender a pluralidade que os cercam, os alunos tendem a se sentirem responsáveis pela transformação do seu ambiente e de sua história. A base para lidar com a diversidade em sala de aula é apresentar e esclarecer os seguintes termos:

  • preconceito: a ideia ou julgamento preconcebido, sobre um povo ou uma pessoa;
  • discriminação: quando os preconceitos são externados com ações ou atitudes que ferem os direitos das pessoas, utilizando para isso critérios injustos, como religião, idade, raça, gênero etc;
  • racismo: trata-se da superioridade de uma raça humana em relação às demais, características morais ou intelectuais pelo fato de se considerar superior a alguém.

Todo educador tem que estar consciente da importância de oferecer ao seu aluno um ambiente escolar que dê prioridade e estimule o respeito à diversidade, atuando na formação de cidadãos mais bem-educados, empáticos e respeitosos a ponto de se preocuparem com outros, tendo espírito de coletividade.

Atividades para trabalhar a diversidade com os seus alunos

Para promover o respeito e a valorização da diversidade na sala de aula, é essencial propor a prática de atividades que estejam adequadas à idade do aluno e ao contexto vivenciado na escola. Algumas sugestões são:

1. Fortaleça a autoestima a partir da representatividade

As crianças, adolescentes e jovens no geral carecem de bons exemplos. Por isso, por meio de aulas expositivas sobre História ou demais disciplinas, o professor pode fortalecer a autoestima dos seus alunos apresentando figuras consideradas símbolo de representatividade, ou seja, que se destacaram em suas jornadas pela busca de reconhecimento e respeito.

Para trabalhar a questão do racismo, por exemplo, o educador pode contar as histórias de pessoas negras que ganharam destaque nacional ou internacional ao combater o preconceito racial e fortalecer a população negra. Além disso, também pode-se usar a literatura para mostrar a crueldade da escravidão, mas, acima de tudo, evidenciar a cultura e a capacidade dos negros de se organizar e de sobreviver.

2. Faça dinâmicas de integração para crianças

As brincadeiras de integração e dinâmicas de grupos são ótimas aliadas do professor na hora de trabalhar a diversidade em sala de aula na educação infantil. A maioria das atividades pode ser adaptada de acordo com a realidade e necessidade do educador e sua turma. Com essas práticas, as crianças aprendem a lidar com as diferenças e a conviver coletivamente sem qualquer tipo de discriminação.

Formação ContínuaPowered by Rock Convert

Nesse caso, uma atividade interessante é o painel da diversidade, que propõe personalizar bonecos de cartolina. Funciona assim: o professor faz um boneco de cartolina branca ou papel pardo para cada aluno, entrega tintas, canetinhas, revistas e cola, e instrui os alunos a personalizá-lo de acordo com as suas características ou vontade.

Ao final da atividade, todos vão ter um boneco único. Em seguida, o educador cola os bonecos de mãos dadas no painel da diversidade para simbolizar a amizade e o respeito, e conversa com a turma para esclarecer dúvidas sobre o tema.

3. Explore a diversidade por meio de filmes infantis

Os filmes infantis e desenhos animados são recursos atuais e que geram identificação, sendo perfeitos para explorar as diferenças no ambiente escolar. O professor pode promover o dia do cinema na sala de aula, espalhando colchonetes e almofadas pelo chão para que os alunos possam assistir ao conteúdo confortavelmente.

Um dos filmes mais indicados para essa situação é o do ‘’Shrek’, que é composto por cenas que refletem sobre a diversidade, o conceito de normalidade e os lugares que a sociedade julga estarem destinados para as pessoas que são consideradas diferentes, levando em consideração padrões estéticos e fúteis.

4. Execute dinâmicas que estimulem valores

É durante a educação infantil que construímos a maior parte dos valores que carregamos por toda a vida. O exemplo, as situações e o convívio fornecem aprendizagens importantes para as crianças.

Pensando nisso, uma das funções do professor deve ser se preocupar em compreender os sentimentos dos discentes, o que pode ser feito com a exploração das suas qualidades, exercitando as suas necessidades e superando-as no cotidiano escolar.

Quando se trabalha valores como a amizade, honestidade, o amor e o respeito ao próximo, também se está valorizando a diversidade na sala de aula.

Para essa situação, o educador por usar a dinâmica do feitiço que vira contra o feiticeiro — todos os alunos formam um círculo e se sentam no chão, em seguida escrevem em uma folha o que gostariam que o seu colega do lado direito fizesse. Porém, são eles que vão realizar a atividade proposta ao seu amigo. Assim, ensina-se a não fazer o desejar para o outro o que você não quer para si.

5. Use os personagens da literatura infantil

leitura na educação infantil

A literatura infantil tem diversos exemplos que podem ser usados para ensinar as crianças a lidar com as diferenças. O ideal é fugir dos livros politicamente corretos e com raciocínios prontos, dê preferência para as histórias que permitem que os alunos façam uma reflexão.

O professor pode contar a clássica história do Patinho Feio e depois pedir para que os alunos desenhem o seu próprio patinho, passando a ideia de que não existe um desenho mais correto do que o outro, de que todos nós temos características únicas e que devem ser respeitadas.

É papel da escola e dos seus educadores trabalhar a diversidade na sala de aula. Assim, formam-se cidadãos com valores humanos, que são capazes de respeitar as diferenças culturais, étnicas, religiosas, ideológicas, entre outras.

Se você gostou do post e sabe da importância de trabalhar com a diversidade, tenha um planejamento de tarefas eficiente com esse plano de aula personalizável e gratuito.

Plano de aula segundo a BNCCPowered by Rock Convert
Curriculo segundo os campos de experiência da BNCCPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *