Veja 5 dicas de como a escola deve lidar com a exposição infantil

O avanço do uso da Internet e consequentemente das redes sociais propõe uma série de novos desafios. Um deles está relacionado à exposição infantil. É comum ver pais e/ou responsáveis postando fotos e vídeos dos filhos, muitas vezes indicando onde moram, estudam, seus percursos, entre outros detalhes, o que em alguns casos é bastante perigoso. Além disso, várias imagens podem constranger as crianças quando elas crescerem. Por isso, a recomendação é que se tenha sempre cautela.

Esse cuidado, porém, não deve vir somente dos familiares. As escolas também precisam estar atentas às postagens que fazem dos alunos na Internet. Isso não significa dizer que elas não devem ser feitas sob nenhuma hipótese – mas a ação exige responsabilidade e respeito aos estudantes e aos seus responsáveis. Neste artigo, vamos dar dicas para que o uso das redes sociais pelas instituições infantis não acarrete problemas. Acompanhe!

Não publique fotos de alunos sem autorização

Antes de qualquer coisa, jamais publique fotos dos estudantes se os responsáveis por eles não autorizarem. Isso vale tanto para as redes sociais e sites da própria escola quanto as pessoais, das pessoas que trabalham no local. As crianças têm pessoas que respondem por elas e isso nunca pode ser perdido de vista.

Por mais que você queira postar fotos de um evento, uma atividade diferenciada, entre outras, não caia no erro de utilizá-las sem antes falar com a família dos pequenos, mesmo que as crianças não estejam muito visíveis. Certifique-se de que os responsáveis realmente estão cientes de quais imagens serão utilizadas e onde serão usadas especificamente.

É também preciso se resguardar nesse sentido. Não se preocupe apenas em ter uma autorização verbal, mas peça a assinatura dos responsáveis. Dessa forma, evita-se uma série de problemas relacionados à exposição infantil.

Adicione uma cláusula de uso de imagem no contrato

Sim, ter a assinatura dos responsáveis autorizando o uso das fotos dos alunos é essencial. No entanto, pode ser muito trabalhoso e gastar muito tempo recolhê-las toda vez que uma criança for ter a sua imagem exposta na Internet. Portanto, a recomendação é já adicionar uma cláusula de uso de imagem no contrato dos responsáveis com a escola.

Esse documento deve conter todos os detalhes que envolvem o uso das fotos. É necessário especificar onde elas serão utilizadas (redes sociais, site, blog, matérias em jornais/revistas, entre outros), em quais circunstâncias (divulgação de atividades e reportagens, por exemplo), em qual período de tempo, entre outros detalhes.

É necessário ser bastante claro nesse momento. Qualquer exposição que fuja ao que foi predeterminado, por mais inocente que seja, pode trazer sérios problemas para todos os envolvidos. Portanto, pense nos mais diversos detalhes para evitar conflitos posteriormente.

como evitar a inadimplênciaPowered by Rock Convert

Instrua pais e familiares sobre exposição infantil e faça uma boa recomendação

Atualmente, muitos familiares já têm noção do quanto precisam preservar as crianças nas redes sociais. Porém, por se tratar de algo relativamente novo, ainda há aqueles que não sabem lidar plenamente com a Internet e acabam mostrando mais sobre os pequenos do que deveriam. Por isso, é importante que a escola auxilie nesse momento, instruindo os responsáveis acerca dos riscos da exposição infantil e fazendo uma boa recomendação de como devem se portar na web.

Pode-se convocar uma reunião para falar com todos de uma vez, embora alguns casos exijam uma conversa particular. Uma dica é exibir ao grupo matérias que mostram como a exposição desenfreada de uma criança levou a finais tristes e até mesmo trágicos, como sequestros. Isso jamais deve ser feito de forma sensacionalista ou para assustar, mas para que as pessoas entendam os perigos dessa prática.

Outro assunto que pode ser abordado diz respeito a como as crianças verão essa exposição quando forem mais velhas. Já existem muitas discussões acerca desse assunto e de como, depois de adultas, elas podem sentir que tiveram a privacidade violada. Destaque como as imagens que serão divulgadas não devem ter nada que pode parecer constrangedor posteriormente.

Fique atento ao tipo de conteúdo que pode ser divulgado

Por mais que a escola tenha autorização dos responsáveis pelas crianças para divulgar imagens delas, a instituição deve ter todo um cuidado relacionado a como será realizada essa exposição infantil. A recomendação é que nem todo tipo de conteúdo seja divulgado.

Vamos supor, por exemplo, que algum vídeo tenha duas crianças brigando, mesmo que distantes do foco do conteúdo. Ou que alguma delas dê uma declaração que não esteja adequada com a idade ou que possa virar motivo de chacotas ou memes por aí. Tudo deve ser avaliado para que, mesmo que no momento da publicação tenha havido boas intenções, isso não se transforme em transtornos posteriormente.

Use apenas fotos autorizadas para fins comerciais

Muitas vezes, os responsáveis pelas crianças autorizam o uso das imagens delas nas redes sociais e no site/blog da escola. Isso não quer dizer, no entanto, que essas fotos podem ser utilizadas em outdoors ou em anúncios em jornais ou revistas por aí. A utilização para fins comerciais deve estar expressamente autorizada pelos familiares dos pequenos.

Mesmo uma imagem que foi postada na rede social oficial da escola, mas que teve o seu conteúdo promovido, pode acabar se encaixando em fins comerciais. Por isso, a recomendação é, quando se trata de exposição infantil, sempre estar atento a absolutamente tudo o que a envolve.

Não se esqueça também que mesmo tendo a autorização para utilizar as imagens para uso comercial, pode ser preciso que os responsáveis concordem com o conteúdo que será divulgado. Tudo deve ser feito de forma clara e com a outra parte ciente de todas as circunstâncias.

A exposição infantil precisa ser feita de maneira cuidadosa, para proteger não somente as crianças, mas também os seus responsáveis e as escolas onde elas estudam. Por isso, a recomendação é cuidar da imagem delas em todos os momentos e jamais fazer algo sem autorização, por mais inocente que a atitude possa parecer.

Gostou deste artigo? Quer ter acesso a mais conteúdos como este, fresquinhos em seu e-mail? Então, assine já a nossa newsletter!

Sistema de gestão escolar infantilPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *