Marketing escolar: como definir e comunicar preço

Escolher uma escola de educação infantil é uma tarefa árdua para os pais. As opções são variadas, assim como os preços e as estruturas. Nesse cenário, uma das melhores formas de atrair novos alunos é com o marketing escolar.

Além disso, há uma necessidade cada vez maior de investir em marketing escolar em formato digital. Trata-se de uma estratégia bastante eficaz para mostrar o trabalho da escola — especialmente porque os pais, que são os responsáveis por essa delicada escolha, estão bastante conectados e consomem as mídias on-line diariamente.

A preocupação com o marketing escolar deve se tornar progressivamente mais presente. Afinal, além de dominar o aspecto educacional, a escola deve ser capaz de tornar-se visível aos interessados. Uma das maiores vantagens da internet é justamente permitir que o uso do marketing seja mais barato.

Quer saber mais sobre esse assunto para aplicar na sua escola de educação infantil? Então, continue conosco e leia o texto a seguir!

O marketing escolar no universo digital

Antes da internet, os gastos com marketing escolar separavam claramente quem tinha mais ou menos dinheiro para investir. Isso mudou completamente no espaço livre proporcionado pela web. Com isso, ganhar relevância adquiriu um significado completamente novo.

Isso porque, no mundo virtual, atrair a atenção de potenciais interessados na escola de educação infantil passa necessariamente pela produção de conteúdo de qualidade. Essa prática significa oferecer um material que, de fato, interesse ao público-alvo. Em um contexto de excesso de informações, isso é um desafio e tanto.

Nesse cenário, ter presença digital não é mais um complemento. Em muitos casos, ela é a própria essência da estratégia de marketing escolar. Afinal, investir nas mídias on-line é essencial para quem quer se promover no segmento educacional.

A escolha da escola dos filhos é uma decisão bastante delicada e importante e, por isso, é natural que os pais analisem muitas opções antes de chegar a alguma conclusão. A internet é uma das grandes aliadas nesse processo e, em geral, é um dos pontos de contato mais relevantes antes da tomada de decisão.

Relacionamento com o público

Uma das primeiras ações quando se fala em marketing escolar é criar uma estratégia que tenha um ciclo completo de relacionamento com o público. Isso porque, do primeiro contato com os pais até a matrícula, muitos estágios são percorridos por eles.

É fundamental que a escola de educação infantil tenha uma estratégia ampla, que considere vários canais e fases de evolução. Então, vale explorar as diferentes plataformas disponíveis de acordo com suas características principais, de forma a oferecer conteúdos relevantes em formatos diversos.

Uma das principais opções é o Inbound Marketing. A ideia é que a escola seja encontrada pelos pais de forma natural. Assim, ela não mais fala de si mesma, mas apresenta conteúdos que são relevantes para os interessados e, a partir desse material, eles a encontram.

O grande objetivo é atingir as pessoas certas, com o conteúdo correto e no momento ideal — ou seja, quando elas precisam daquela informação específica. Desse modo, o conteúdo não vai falar das aulas extras oferecidas pela escola, mas de como atividades complementares, em geral, podem ser benéficas para os alunos.

Isso vai fazer os pais encontrarem a escola de educação infantil mesmo que nunca tenham ouvido falar dela. E o melhor: vai mostrar para eles sua expertise no segmento. Dessa forma, a escola constrói autoridade sobre o tema aos olhos dos pais e eles passam a vê-la como um ícone da área.

A definição de preço das mensalidades

Depois de se colocar como autoridade no segmento, a escola de educação infantil pode avaliar como vai fazer a definição e a comunicação de preços. Um dos aspectos a serem considerados é justamente a capacidade financeira dos pais. Isso é essencial para mantê-los interessados e, ao mesmo tempo, obter um bom lucro.

É preciso considerar, ainda, que a legislação só permite o reajuste de preços uma vez por ano. Com essa limitação, é difícil consertar o orçamento se os aspectos relevantes não forem considerados na etapa inicial da precificação.

Por isso, diferentemente do que ocorre com outros produtos e serviços, a precificação das mensalidades escolares deve avaliar aspectos bem específicos. Venha conhecê-los!

Capacidade total

É essencial saber a capacidade total da escola de educação infantil: capacidade total de alunos, taxa de ocupação, quantidade de dias letivos e carga horária média de cada aluno.

Capacidade do curso

O mesmo cálculo deve ser feito separadamente para cada curso oferecido pela escola de educação infantil. Assim, os dados do berçário provavelmente vão ser diferentes daqueles do Jardim I.

Custos fixos, variáveis e total

Todos os custos relativos à escola e a cada curso devem ser precisamente calculados. É fundamental saber quanto é necessário para manter a estrutura — caso contrário, o fluxo de caixa será afetado.

Margem de lucro

Com as informações sobre a capacidade e os custos, é preciso definir a margem de lucro. Por exemplo, se o total de custos do Jardim I for R$ 10 mil mensais e a margem de lucro esperada for de 30%, o valor projetado vai ser de R$ 13 mil por mês.

Alunos

O valor da mensalidade é obtido a partir da divisão do valor projetado (R$ 13 mil) pela quantidade de alunos do curso. Assim, se a escola tiver 50 alunos no Jardim I, por exemplo, o preço da mensalidade vai ser R$ 260.

A comunicação de preço

Antes de apresentar os preços da escola de educação infantil ao mercado, é essencial que seja feito um estudo das mensalidades praticadas pela concorrência. Isso vai ajudá-lo a saber se sua proposta é suficientemente competitiva e se está dentro dos padrões de mercado.

A comunicação do preço deve levar em consideração os serviços oferecidos pelas outras escolas. Quando se faz um levantamento adequado desses dados, é mais fácil perceber quais são os fatores que elevam ou diminuem o preço da concorrência.

É essencial que os pais dos alunos percebam o valor oferecido pela escola relativamente ao preço cobrado. Além dos aspectos objetivos (estrutura e aulas extras, por exemplo), a subjetividade da autoridade criada nos processos de marketing escolar vai ser um diferencial importante.

De forma geral, o marketing escolar e a precificação das mensalidades estão intimamente ligados, especialmente nesta era digital atual. Assim, quanto mais a escola de educação infantil demonstrar sua autoridade sobre os temas do segmento, mais valor vai ser percebido no produto educacional que ela oferece.

Quer continuar por dentro de temas relacionados ao universo escolar? Assine nossa newsletter e receba informações sempre em primeira mão, diretamente no seu e-mail.