Por que a relação entre escola e comunidade é importante? Entenda!

Na sociedade atual, a educação tem saído cada vez mais dos muros da escola e alcançado outros espaços sociais. Esse é um cenário desafiador para os educadores, pois eles precisam repensar a prática pedagógica.

Um assunto que ganhou relevância nos últimos anos é a relação entre escola e comunidade. Hoje em dia, a parceria com as famílias não é mais o único objetivo da gestão escolar. Construir uma relação positiva com a população do entorno também é importante para o desenvolvimento da escola infantil e dos alunos.

Mas, por que essa parceria é importante e como colocá-la em prática? Entenda neste post!

Qual é a importância da relação entre escola e comunidade?

A escola, principalmente a de educação infantil, tem um papel fundamental no desenvolvimento das crianças e na construção da cidadania. Sua função ultrapassa a prática dentro das salas de aula.

Assim, a atuação dos educadores influencia não apenas as crianças e suas famílias, mas também o bairro em que a escola se insere e a sociedade como um todo. A presença dessa instituição deve ser um diferencial positivo na comunidade — essa parceria é importante para todos.

Se a escola está inserida em um bairro que tem problemas sociais, por exemplo, ela precisa conhecer esse cenário, para fazer, de fato, parte dele e ter participação ativa na solução das adversidades que o afligem. Com o engajamento de todos, é possível pensar ações conjuntas e conquistar melhorias para toda a região.

Essa atitude gera reconhecimento para a escola e cria uma reputação positiva junto aos moradores do bairro, o que a fortalece e promove o serviço escolar. A comunidade também colhe frutos, já que passa a contar com uma nova parceira.

Além disso, os benefícios chegam até os alunos. A escola infantil, ao se aproximar da comunidade, tem mais condições para atuar no desenvolvimento integral das crianças, oferecendo uma educação cidadã, solidária e democrática.

Que ações podem fortalecer essa relação?

Incentivar a participação da família no cotidiano escolar

A parceria com a família é uma ponte para a relação entre escola e comunidade. Muitos alunos moram no bairro, por isso, a participação das famílias abre as portas da escola infantil para a população.

É importante que os pais e responsáveis sintam-se acolhidos pela equipe pedagógica e tenham canais de comunicação efetivos com a escola. Eles devem ser incluídos não só quando for preciso resolver alguma questão do aluno, mas em diversos momentos da rotina escolar.

Quando as famílias têm uma imagem positiva da escola, elas expressam isso nas suas relações pessoais e sociais. Ao participarem do cotidiano escolar, os pais podem falar sobre isso no bairro e construir novas parcerias entre a gestão e a comunidade.

Fazer projetos pedagógicos que envolvam a comunidade

Quando se fala da relação entre escola infantil e comunidade, a responsabilidade social deve ser um dos valores. É importante que a equipe escolar procure conhecer os movimentos sociais do bairro e pensem em formas de colaborar nas suas reivindicações.

O apoio às causas sociais do bairro podem se dar através da inserção dos temas no planejamento das professoras. A educação na escola infantil precisa considerar a cultura e a história das crianças. A cidade e o bairro onde elas nasceram e vivem faz parte da vida delas, portanto, as professoras podem incluir esses aspectos ao planejar suas práticas pedagógicas.

Por meio da execução de projetos é possível enriquecer a aprendizagem das crianças e ainda estimular a relação entre escola e comunidade. Quando for abordada a história do bairro, por exemplo, podem ser realizadas entrevistas com figuras importantes para a comunidade.

Pode ser pensado, também, um projeto que mapeie as ruas do bairro, proporcionando que as crianças conheçam a diversidade de moradias, comércios, opções de lazer e serviços. Em uma atividade sobre profissões, os alunos podem visitar alguma loja nas proximidades ou o profissional pode ser convidado para conversar com as crianças na escola.

Além disso, é possível pensar em práticas pedagógicas que abordem algumas problemáticas do bairro com as crianças. Se a coleta de lixo é uma questão importante, por exemplo, as professoras podem propor um projeto em que os alunos conscientizem a população sobre a importância de conservar as ruas.

Outra possibilidade para escolas que fiquem próximas a rios ou praças é realizar campanhas de limpeza, revitalização e plantio de árvores. Em épocas de epidemia de alguma doença é possível realizar projetos de conscientização sobre os sintomas e o tratamento.

Ações simples, como caminhadas pelo bairro e entrega de panfletos, podem fazer a diferença. O envolvimento das crianças chama atenção e conquista a simpatia de toda a comunidade para as causas defendidas no projeto.

Participar de campanhas informativas

A escola infantil pode fazer a diferença no bairro, sendo um canal de compartilhamento de informações importantes. As paredes do prédio podem ser usadas para afixar materiais de campanhas de saúde, educação e outros assuntos relevantes. As famílias que tiverem acesso aos cartazes atuam na divulgação das informações pela comunidade.

Além disso, a escola pode criar uma página nas redes sociais e divulgá-la como um canal de comunicação entre a equipe pedagógica, as famílias e os moradores do bairro. A comunidade também pode ser convidada para divulgar seus projetos ou necessidades na escola, em uma relação de diálogo e parceria.

Abrir os eventos da escola para a comunidade

Para que exista uma verdadeira relação entre escola e comunidade, o espaço escolar pode ser um lugar de convivência no bairro. Abrir os portões para a participação dos moradores nos eventos escolares é uma ação bastante positiva.

A equipe pode realizar palestras sobre assuntos relevantes e convidar a todos. O convite pode ser estendido também em culminâncias de projetos e exposições dos trabalhos das crianças. As festas tradicionais para a nossa cultura, como o natal, podem ser aproveitadas como momento de confraternização entre todos.

Com ações como essas, a relação entre escola e comunidade se fortalece em uma verdadeira parceria e as pessoas passam a respeitar e reconhecer ainda mais a equipe pedagógica. Uma escola infantil cidadã e socialmente responsável se integra à comunidade e faz a diferença!

Essas sugestões foram úteis? Então, curta a nossa página no Facebook e tenha acesso aos conteúdos que publicamos!