Como promover uma reunião de pais?

Um dos momentos mais importantes para o fortalecimento de laços entre a família e a escola é a reunião de pais. Por meio de um encontro no qual são discutidos e trabalhados temas pertinentes do dia a dia escolar, os familiares e a direção podem aprimorar o processo educacional, permitindo o acompanhamento constante do rendimento e dos funcionamentos escolares.

No entanto, embora aconteça frequentemente nas escolas infantis, ainda gera muitos questionamentos. Afinal, como desenvolver uma reunião de qualidade, que prenda a atenção dos responsáveis e, ainda, traga informações relevantes?

Neste artigo separamos dicas práticas para você promover encontros eficazes e eficientes. Boa leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Divulgue a reunião de pais com antecedência

Não há nada tão incômodo quanto descobrir que você tem um evento importante para ir de última hora, certo? Isso atrapalha todo o planejamento diário, organização e gera alterações no seu cronograma.

Para evitar que essa situação aconteça com os pais de seus alunos, envie o convite com antecedência, divulgando-o por e-mail, bilhete ou pelo aplicativo para smartphones integrado ao sistema de gestão da sua escola. Lembre-se de escrever todas as informações de forma clara, como a data, local, horário e previsão de término.

Se possível, envie a pauta em conjunto com o comunicado. Assim, a família se prepara e sabe o que esperar, pode desenvolver suas perguntas com antecedência e garantir uma comunicação mais ativa e de qualidade.

Além disso, fazer esse envio antecipadamente traz autoridade e exprime organização, o que fortalece os laços entre familiares e a escola, garantindo uma visão positiva sobre seu trabalho.

Desse modo, você demonstra organização da gestão, bem como transmite para os pais um ambiente seguro e confiável, que segue seus planejamentos e proporciona um ambiente agradável para debates e discussões educacionais.

Organize a sala

Com o convite enviado, é preciso organizar o local de forma correta a fim de assegurar uma experiência confortável para os pais. Lembre-se que muitos deles estão voltando do trabalho, tiveram um dia cansativo e, por isso, precisam de um ambiente agradável para conhecer o cotidiano de aprendizagem dos seus filhos.

Para garantir que o seu espaço seja acolhedor, separamos algumas dicas práticas abaixo. Confira:

  • decore a sala com alguns desenhos das crianças que foram desenvolvidos durante as aulas;
  • coloque uma música ambiente para dar vida ao cômodo;
  • mantenha as carteiras e o quadro limpo;
  • providencie água, café e biscoitos;
  • faça uma roda com as cadeiras, garantindo lugares extras para aqueles que não confirmaram presença;
  • descreva no quadro a pauta resumida, para permitir o acompanhamento dos pais;
  • seja pontual para iniciar o encontro.

Se a reunião de pais não acontecer no período noturno, caso haja tempo, é interessante realizar uma breve excursão nas salas, biblioteca, laboratório e cantina, para que eles conheçam a estrutura escolar e entendam que é um ambiente seguro e próprio para o aprendizado infantil ou até mesmo mostrar as alterações e adaptações realizadas nas instalações da escola ao longo do tempo para garantir o bem estar das crianças.

Desenvolva uma pauta

Assim como enviar o convite com antecedência demonstra organização e clareza, desenvolver uma pauta clara e concisa também mostra um planejamento de qualidade que reflete no ensino das crianças.

Além disso, esse passo ajuda a otimizar o tempo e manter o foco, valorizando a presença das famílias e dos profissionais na reunião. E mais, com um direcionamento, o encontro se torna mais agradável e permite uma conversa direta.

Para desenvolver o roteiro com perfeição, é preciso realizar uma breve reunião com a coordenação pedagógica e os professores que participarão, estabelecendo itens que serão abordados e que dizem respeito ao contexto escolar.

No entanto, existem alguns elementos fundamentais que não podem faltar no seu roteiro, são eles:

  • apresentação da equipe presente (diretor, coordenador, professores e técnicos);
  • exposição do Projeto Político Pedagógico, contendo as metas e os objetivos do ano letivo;
  • apresentação do cotidiano escolar (a orientação pedagógica, o uso de cadernos e livros, como são realizados os trabalhos em sala e como são desenvolvidas as tarefas);
  • explicação dos métodos de avaliação e o que é observado durante o avanço dos educandos;
  • pontuação da importância dos alunos terem materiais de uso diário para que eles possam desenvolver as atividades em casa e aprimorar seus conhecimentos, assim como apresentar orientações de como os pais podem auxiliar seus filhos nesse processo.

Utilize uma linguagem clara

Durante os encontros com as famílias, é bastante comum querer apresentar domínio da pedagogia e dos processos educacionais, afinal, é uma forma de afirmar a sua autoridade e promover confiança dos pais no seu trabalho.

Acontece que, muitas vezes, eles não conhecem a linguagem técnica e científica da área e acabam se perdendo durante o discurso. Para evitar que isso aconteça, procure utilizar um vocabulário acessível, de modo que todas as informações importantes sejam transmitidas com clareza.

Assim, você permite que os participantes da reunião se sintam confortáveis para tirar todas as suas dúvidas e estabeleçam uma comunicação ativa e promissora, possibilitando o surgimento de novas diretrizes que aprimorarão o seu trabalho.

Além disso, caso tenha tempo disponível, é interessante propor uma breve dinâmica —uma atividade já realizada com os alunos ou que será realizada, por exemplo. Dessa forma, os responsáveis conhecem de fato a metodologia utilizada, estreitando os laços entre eles e a direção.

Estimule a participação dos pais

Como falamos anteriormente, a participação da família é fundamental na reunião de pais. Isso porque ter um espaço de fala reservado transmite interesse da escola em escutar e entender as dúvidas, considerações, críticas e visões dos responsáveis, criando um ambiente seguro e, por consequência, diminuindo problemas como inadimplência e evasão.

Lembre-se de que os responsáveis estão bastante preocupados com a qualidade de ensino que seus filhos estão recebendo e, por isso, ficam com muitas dúvidas em relação ao processo de ensino-aprendizagem, formação continuada dos professores e assuntos relacionados ao cotidiano dos alunos.

Procure, sempre que possível, manter-se aberto às dúvidas e opiniões durante e depois da reunião, disponibilizando horários individuais e promovendo outros encontros para esclarecimentos específicos, se necessário.

Dê continuidade aos encaminhamentos criados

Por fim, todo e qualquer encontro escolar precisa de uma continuidade, pois assim você garante que o seu trabalho evolua e diminui os desafios. Para isso, faça anotações durante a reunião, dando preferência para temas que surgiram repetidamente como sugestões e críticas construtivas.

Além de considerar o que foi anotado, procure divulgar uma ata resumida do que foi discutido para as famílias, tanto as que estavam presentes quanto as que não puderam comparecer.

Isso demonstra atenção e cuidado, deixando claro que os problemas estão sendo averiguados e que todas as considerações foram analisadas.

Promover uma reunião de pais com qualidade e eficácia não precisa ser um desafio. Ao desenvolver uma pauta clara e concisa, divulgar com antecedência e manter-se aberto às dúvidas e opiniões, você permite um desenvolvimento exponencial da sua escola, aprimorando o seu trabalho e estreitando os laços entre a equipe pedagógica e as famílias presentes.

E então, gostou das nossas dicas? Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário abaixo!

Sistema de gestão escolar infantilPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *